4.4.10

o que tinha de ser









porque foste na vida a última esperança
encontrar_te me fez criança
porque já eras meu
sem eu saber sequer
porque és o meu homem
e eu a tua mulher
porque tu me chegaste
sem me dizer que vinhas
e tuas mãos foram minhas com calma
porque foste em minh'alma
como um amanhecer
porque foste o que tinha de ser






vinicius de moraes

















aqui o bom é não fazer nada é ver o tempo passar. até um mau amor compensa solidão é que não.

mentira! mentiroso este vinicius de moraes. onde tinhas a cabeça quando pensaste isto? que caneta usaste para o escrever? é mentira. solidão compensa sim. se compensa. pensa como a solidão compensa. pensa bem se não vale bem mais não ser mal amada. como a solidão pode muito bem ser um bom amor? pensou? compensou? mal amada eu? não. não sei é amar. mas aqui é bom de se estar muito bom ver o dia passar.sem fazer nada. bom demais. onde estou? só. com o mar. só comigo.portanto muito bem acompanhada. meu querido amigo aqui o bem bom é demais. só mesmo a mar. é só quase sempre o que tem de ser. o que tinha de ser é agora.porque não foi nada.














fotos de wojtek niedzielko
e grzegorz gladysiak

9 comentários:

Inominável Ser disse...

A solidão,
A Deusa Solidão,
Grande Dama,
Grande Ação,
Grande Nação,
Grande Mansão
na qual podemos
residir
pagando apenas
a conta
de noss satisfação
sem a presença
de brutos
sons...

Silêncio
Solidão
Silêncio
Solidão

Luis Eme disse...

mentirosa!

(esta foi a primeira palavra que me ocorreu, quando te li).

mas pode ser que não, podes preferir a solidão, porque não te suportas com os outros...

há alturas em que nos tornamos hiperrealistas (acho que estou assim...) e não temos paciência para trastes e conversas de cordel, que não nos dizem nada.

e como explicar aqueles "miúdos" crescidos que não me apetece falar de carros, motos, jippes ou barcos?
não se explica e pronto, diz-se um dom dia boa tarde e vamos ver os campos, dizer olá a um charéu ou a uma andorinha.

e não falam de "gajas" porque tem as filhotas crescidas, quase casadoiras e devem ter medo que elas saltem para a conversa...

e agora vou mesmo dar uma volta pelos campos, Ivone...

(só tu e a solidão para me fazeres escrever testamentos...)

oldmirror disse...

Uma hesitante afirmação

Moon_T disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Moon_T disse...

por vezes a solidão pode bem ser a nossa melhor companhia; a nossa melhor amante; a nossa melhor confidente; até mesmo a nossa melhor amiga.
mas apenas por vezes.
o outro lado do espelho é sempre o mais feio.

um abraço solitário

ivone disse...

ser
deixo_te com as letras de madredeus
conheces a música?

Vem
Além de toda a solidão
perdi a luz do teu viver
perdi o horizonte

Está bem
Prossegue lá até quereres
Mas vem depois iluminar
Um coração que sofre

Pertenço-te
Até ao fim do mar
Sou como tu
Do mesmo amar

Por isso vem
Porque te quero
Consolar
Se não está bem
deixa-te andar a navegar





luís eme


Assim
pouco a pouco
escolhi
o presente silêncio

Silêncio
to pouco querido
oh, derradeiro momento ...

Silêncio
Momento
Silêncio


conheces?



oldmirror

Ao cair da tarde
Penso sempre mais
E a luz que me invade
São as cores naturais
Cada figura
que passa por mim
nem me perturba
e eu fico assim
Longe me leva este silêncio
e o sentir que se altera
são as cores do sol
E eu fico encantado
e eu sinto-me a arder
quando o dia se apaga
fica tanto para ver






moon

pobre
de quem não tem
de quem
não tem ninguém

e sonha
que nunca é tarde
quando encontrar alguém

leva
a vida inteira
perde a noite a chorar
e guarda
sem saber onde
a vontade de mudar


obrigada pelo abraço
solitário claro

Anónimo disse...

... Perdoa-me... Hoje e sempre!!! És muito especial sabias?!

ivone disse...

como posso perdoar a um anónimo?!...

Synne Soprana disse...

Gostei especialmente da última parte: "é só quase sempre o que tem de ser. o que tinha de ser é agora. porque não foi nada."

Quem sabe o que tem de ser pode vir depois. O agora é solidão, mas o "nada" pode sempre ser preenchido...