13.12.08

_ estás aí?












_ estás aí?
_ faço de conta
_ fazes de conta que os amas...
_ claro que não. pior que frio é ser_se gelo













irrita_me a felicidade de todos estes homens que não sabem que são infelizes. a sua vida humana é cheia de tudo quanto constituiria uma série de angústias para uma sensibilidade verdadeira. mas como a sua vida verdadeira é vegetativa o que sofrem passa por eles sem lhes tocar na alma e vivem uma vida que se pode comparar somente à de um homem com dor de dentes que houvesse recebido uma fortuna _ a fortuna autêntica de estar vivendo sem dar por isso o maior dom que os deuses concedem porque é o dom de lhes ser semelhante superior como eles (ainda que de outro modo) à alegria e à dor.


por isto contudo os amo a todos. meus queridos vegetais!



bernardo soares no livro do desassossego pág.266

























não tenho nenhum livro de desassossego. o desassossego sou eu. se um dia o tiver estará marcado por folhas em branco. propositadamente brancas. se um dia se sujarem será de pó que se acumula em mim. sinto_me assim numa prateleira . aquela mais alta da estante onde ninguém chega. nem para soprar nem para folhear nem para tocar nem para ler nem para anotar nem para sublinhar. incapaz de ser violada ou violentada. ali amorfa entediante perfeita pasmaceira. mas apesar disso se alguém se ousar a desinquietar_me nada feito. não há resposta possível. não se reage. esta hibernação de dezembro vai dando cabo de mim. violenta_me a razão e destrói_me o sentido.



















faz de conta que desamo
faz de conta que desgosto
faço de conta que desdenho

faço de conta


levas_me em conta?































fotografias de sabine l.

19 comentários:

isabel mendes ferreira disse...

sossegada e tranquilamente aqui.


.


lugar de reflexão.

.




aquele abraço.

observatory disse...

com paginas ou sem elas

tu desassossegas...

abraço

Dois Rios disse...

O desassossego das tuas palavras inquieta-me o pensar.
As vezes também me sinto lá no alto da estante onde ninguém me alcança.
Hoje eu estava lá mas desci para me ler nas tuas palavras.

Beijo,
Inês

Sininho disse...

Levo, mas faço de conta que não!

(Adorei)

Um beijo*

Moon_T disse...

apenas:



http://www.youtube.com/watch?v=o-KmdWqtdp8

Luis Eme disse...

claro que levo...

apesar do silêncio, estranhamente em desassossego...

Vieira Calado disse...

Obrigado pelas suas palavras no meu blog.
Pois também eu tive pena de não poder conhecê-la pessoalmente.
Conheci muitos blogistas e a festa foi bonita.
Aliás também tive o gosto de oferecer 4 postais ilustrados de poesia - colecção Litoral -, aos presentes.
Mas a oferta está de pé...
O livro custa 8.50 (autografado e dedicado, se assim preferirem) e seguem também os postais (um deles já patente no meu blog).


Os meus cumprimentos

UIFPW08 disse...

Ivone seis trabalho realmente bom com esta fotografia b / n jogadas são únicas e originais, realmente bem feito.Bijo Morris

Real GirL disse...

este "desassossego" tem tantos "s" que me põem tonta... mas faço de conta que não!
E agora vou fazer de contas para outro lado... mas volto!
bjs

R. Rudoisxis disse...

Conteúdo reprovável dizem alguns que por aí passam carregados de falsos moralismos em campo aberto mas que na penumbra do seu abrigo se deliciam com os manjares que aos olhos dos outros abominam.
Calem-se as vozes da repressão sentida, num mundo de Renegados, Rejeitados,Reciclados e Roubados em que ser rei já não tem significado.
Procuro o mundo onde não haja nem deus nem o diabo, e onde o mal ou o bem seja por cada um de nós determinado.
Abraços … digo eu e vou-me. R.R.

Baraújo disse...

hibernação por completo!

lindissima sequencia de imagens... como é habito em ti. mas como nao me canso de o referir...

lindissimo excerto do desassossego... que há em todos nós, que não acalma que nao abranda... apenas segreda mais e mais a inquietude que nos pervalece...

e bem venha para te ler mais e mais...

beijo [E] terno

ivone disse...

isabel mendes ferreira
por aqui sente_se. pensa_se. reflecte_se. um conteúdo reprovável nos dias que correm não é?


observatory
mas que abraço!
se desassossego? claro que desassossego! e atenção: cuidado com os itens não seguros...perderia a piada toda se tudo fosse sossego.


dois rios
há que inquietar! chega de tédio.
e também tens uma estante. há que descer dela de vez em quando. sabe tão mas tão bem...


sininho
um faz de conta que conta.


moon_t
uma música que me desassossegou. até na música claro. por vezes mais ainda que nas palavras. obrigada pela partilha


luis eme
e o que seria de nós sem desassossego?


vieira calado
um poeta é sempre para lembrar. obrigada eu


08
melhor abreviar. morris:
grato pela visita e pelo comentário. atenção que as fotografias não são minhas. sirvo-me delas a meu belo prazer. gracias.


real girl
tens ar de ser sossegada. com as caminhadas que fazes e nos sítios por onde andas só podes ser. tenho de pensar em começar a andar assim como tu. acaba_se_me logo o inferno.


raul
"o mundo onde não haja nem deus nem o diabo" fizeste_me lembrar régio. "não. não vou por aí" vou continuar por aqui. tocaste na ferida!o que alguns que me partilham desde há muito não quiseram tocar. confesso_te que andei a bater mal durante algum tempo. não quero com isto dizer que eu bata muito bem da cabeça mas desta vez foi grave. conteúdo reprovável? primeiro ri_me.depois quando acentei pés na terra não achei graça nenhuma. andei talvez quase três semanas a interiorizar a coisa. depois pensei: "que se lixe. quero lá saber" "eu tenho a minha loucura!" continuo a bater mal mas agora por outras razões. essa fica debaixo do tapete. mas de vez em quando levanto_o para não me esquecer. faço questão de.


baraújo
és um dos que me mantem por aqui e tu sabes disse. e enquanto te servires de mim vou continuar. faço bem?

beijo

bono_poetry disse...

..que sejas banquete a vida e nao a morte que sejas b=saboreada pela incessante sede da vida..e nao pelo marasmo e rotina acutilante na matanca em silencio da sociedade desenraizada...well que sejas!!!

diana disse...

ás vezes no próprio sosssego há desassossego.

Fazes-me reflectir cada vez que te leio.

isabel mendes ferreira disse...

Tu és muito especial!!!!!



.




e o resto que se lixa (desculpa-me)


.

mas não entendo quem fez "isto".


não entendo e ODEIO!!!!!!!!




beijooooooooooooooooooooooooooo.

ivone disse...

bono
well que seja!


diana
a princesa de cabelos longos que me acompanha há muito. é bom saber isso. vindo de ti sabe bem. assim menina que se vê crescer...


isabel mendes ferreira
deves ter lido o que disse ao raul.
se o ser especial inclui sensibilidade então tens razão. transpiro_a.
não consegui falar sobre o assunto com ninguém. não tem importância dirão uns. não é grave dirão outros.deixa lá isso esquece pensarão muitos. não há razão para me sentir assim pensarão outros. abateu_se_me uma tristeza na alma que há muito tempo não tinha.da alma passou_me ao corpo. e ainda hoje me magoa. tanto. mas sabes o que me entristece mais nisto tudo? é não saber quem o fez ou porque o fez.entro noutros espaços onde de facto não existe aviso nenhum sobre conteúdos reprováveis e deparo_me com textos incrivelmente deploráveis. assiste_se gratuitamente a cenas lamentáveis desde fotografias a textos. há gente para tudo. não se é obrigado a ficar mesmo que avisado. o que vejo é que apesar do aviso alguns vão ficando e quando entram pela primeira vez ficam indignados. pensei desistir. afectou_me bastante confesso. mas que se lixe.
acreditas que não consigo odiar? só gostava de conseguir conversar com a pessoa que decidiu ter essa atitude para tentar perceber porque o fez. se o objectivo foi atingir_me para me magoar conseguiu. se foi para desistir não. se por vingança? não sei de quê. também não importa já. passado este tempo todo continuo por aqui porque me dá um prazer imenso. quando deixar de me sentir assim então aí acaba_se este espaço.

fica bem
beijo

Vanessa disse...

w-o-w!

(e aquelas passagens d'o amante ali em baixo... é só um dos meus livros preferidos.)

este blog é simplesmente assombroso.

:)

beijinho*

Baraújo disse...

claro que fazes bem... se achares que te faço bem...

another... kiss...
[e] sweet.... like allways

ivone disse...

vanessa
volta sempre
w_o_w? que dialecto falas?
traduzes sff?


baraújo
fazes_me sempre bem. tu sabes.