30.12.08

...soberbo este moscato. todo o prazer de não se ser...














_ leu alguma vez uma gramática?
_ eu nunca. tive sempre uma aversão profunda a saber como se dizem as coisas...a minha única simpatia nas gramáticas ia para as excepções e para os pleonasmos...escapar às regras e dizer coisas inúteis resume bem a atitude essencialmente moderna...não é assim que se diz?...
_ absolutamente...o que tem de antipático nas gramáticas (já reparou na deliciosa impossibilidade de estarmos falando neste assunto?) _ o que há de mais antipático nas gramáticas é o verbo os verbos...são as palavras que dão sentido às frases...uma frase honesta deve sempre poder ter vários sentidos...os verbos! um amigo meu que se suicidou_ cada vez que tenho uma conversa um pouco longa suicido um amigo _ tinha tencionado dedicar toda a sua vida a destruir verbos...
_ ele porque se suicidou?
_ espere ainda não sei...ele pretendia descobrir e fixar o modo de não completar as frases sem parecer fazê_lo. ele costumava dizer_me que procurava o micróbio da significação...suicidou_se é claro porque um dia reparou na responsabilidade imensa que tomara sobre si...a importância do problema deu_lhe cabo do juízo...um revólver e...
_ ah não...isso de modo algum...não vê que não podia ser um revólver?... um homem desses nunca dá um tiro na cabeça...o senhor pouco se entende com os amigos que nunca teve...é um defeito grande sabe?... a minha melhor amiga _ uma deliciosa rapaz que eu inventei ...
_ dão_se bem?
_ tanto quanto possível...mas essa rapariga não imagina...






bernardo soares no livro do desassossego páginas 303 e 304















há quanto tempo não me sinto bem. não que tenha vontade de morrer muito menos de me suicidar. isso são coisas de fracos. e eu não sou fraca. recupero forças e armazeno energias onde menos espero. bastam pequenas coisas. bastou_me um recado. atravesso_me assim nos dias em que não estou mas continuo sendo. correm_me os anos na cara de quem apesar de tudo não consegue ser contente. e é preciso ser_se feliz? é nesta tristeza que me veste desde que nasci que me sinto completa. inteira de vez. absurdamente contente. julgo_me em devaneios de orgias simples. pouco me chega para contentar. o que para muitos seria muito pouco considero eu imenso. e para quê pedir demasiado? no pouco tempo que me resta pouca coisa seria muito. é que neste final de ano par preparo_me para nada de novo me acontecer. contrariamente à maioria sinto_me bem por isso. durante trezentos e sessenta e cinco dias esperei por um milagre. porque eu acredito em milagres. mas um não me chega. queria no mínimo trezentos e sessenta e cinco milagres. um por dia. era justo. para quê tanto milagre? não faço a mínima idéia. mas sei que os queria. há falta de milagres. pego no copo e bebo um moscato dolce aromatico di qualità. resta_me embebedar_me!




...soberbo este moscato. todo o prazer de não se ser...







há milagres que não se contam a ninguém. ficam só connosco. e este é o meu.







fotografias de valentine

7 comentários:

Luis Eme disse...

brindo com o teu moscato, Ivone,a um excelente 2009, com alegria e algumas boas surpresas.

abraço

diana disse...

Coisas pequenas podem deitar-nos abaixo, mas a força é tão grande que nos pode erguer.

Que 2009 te traga muita força e mais alegria.

:)

O'Sanji disse...

Moscato? Mas tu estás cada vez melhor!
Como o vinho do porto! :))
Fora de brincadeiras, obrigada por continuares a ser.
Bom ano.
Beijo

ivone disse...

luís eme
já passou. agora há que esperar as surpresas. boas claro.


diana
como dizia o poeta "tristeza não tem fim felicidade sim" aguardemos o sim. da felicidade.e se ela não vier resta_nos sempre a tristeza. é sempre uma certeza não é?


o'sanji
é. eu sou como o vinho do porto. o tempo passa_me eu resisto e afino_me cada vez mais. há que saborear enquanto nos apetecer.

Baraújo disse...

e... vamos la provar o moscato... ou é um segredo guardado so para ti? estendemos uns copos num qualquer ritual e copo vazio... que a alma esta cheia!

beijo [E] terno

Veronica Pereira disse...

fracos sao aqueles que pensam que sao fortes por nao conseguirem fazer o que os fracos fazem...

nOgS disse...

Ivone,

eu também quero. E, apesar, de não os ter em 365 dias, a maioria deles sim, aconteceram. Principalmente desde que O conheço:P

Um segredo:
do meu peito envio-te mil beijos e estrelas para que faças uma poção de milagres que te alegrem este ano que agora começou.

Beijo doce.

PS: Cada vez continuo mais fã deste teu blog.