1.6.08

espero

espero








e espero


























espero sempre por ti
o dia inteiro
quando na praia sobe
de cinza e oiro
o nevoeiro





e há em todas as coisas
o agoiro de uma fantástica vinda








sophia de mello breyner
















fechada






aberta



descoberta



encoberta






partir



e



não voltar
nunca
.

9 comentários:

Baraújo disse...

não se diz nunca... porque em um outro lugar numa outra descoberta aberta... poderás querer regressar... coberta por uma qualquer vontade pautada pela saudade de um outro primeiro lugar... em que o retorno é apenas a breve maresia entre dois momentos...
[devaneio do momento]

beijo terno

S. disse...

...mas esperar sempre.

ivone disse...

baraújo
adorei esse devaneio teu
quantos mas quantos devaneios tenho eu por aqui. aliás acho que tudo o que escrevo não passa disso mesmo. devaneios!
vou reler o teu. soube_me bem...
bj



s.
sempre
se um dia deixar de esperar não me vais ler nunca
mais

Nogs disse...

... espero até que a força da gravidade mo permita, espero-te na eternidade, no mundo idílico onde sempre existiremos.

Aqui, espero-te, enquanto quiseres que te espere.

Beijo docinho

josé louro disse...

Lindo tudo. Os posts e os comentários.
Abraço.

ivone disse...

nogs
esperar até sempre
uma eternidade de espera
a deslumbrante doçura do espero_te...
beijo



josé louro
por aqui faz_se questão do "belo"
e por belo entenda_se de tudo ou quase o que nos possa dar prazer
a ler a ver a escrever...
aquele abraço também

ps: sabe que tem o mesmo apelido que eu?

sou eu disse...

mas não há partidas sem regresso.


há?

Andreia Ferreira disse...

(A Sophia será sempre a poetisa da minha infância e por isso a escritora que mais perto do peito tenho :) )
Beijinho

ivone disse...

sou eu
claro que há
e porque não?
imagina uma partida assim...sem regresso
aquela em que calada ficas dormente por entre as nuvens...
vai acontecer sim porque é inevitável!
e como a desejo por vezes.




andreia
a sophia é uma das minhas eleitas entre outras
talvez a primeira
porque tudo dela é belo!
beijo