21.1.09

um postal. uma caligrafia bem desenhada preenche o rectângulo.
passo metade dos meus dias desesperada por não te poder tocar. o resto do tempo sinto que não importa tornar ou não tornar a ver_te. não é uma questão de moral mas do ponto até onde chega a resistência de uma pessoa.


nem data. nem assinatura.



michael ondaatje













vontade, forma plenamente consciente de actividade; actividade ou inibição precedida de reflexão e de decisão; desejo; intenção; determinação; gosto; interesse; necessidade física ou moral; apetite; domínio; capricho.
















esta vontade de te querer dizer e sobreviver esta vontade de te querer ter esta vontade de não se deixar morrer esta vontade de se ser esta vontade de não se saber como se estar o ficar em lado nenhum a não se ser contigo ao lado de te viver de te esmagar de te enlaçar de te saber amar de te ouvir falar de te sei lá esta vontade de permanecer sempre contigo de lado esta vontade que me tira o gosto de por aqui andar esta vontade de não ter vontade de quase nada esta vontade sem ser vontade de ter vontade. verdade.











fotografias de katia chausheva















12 comentários:

vaandando disse...

irremediavelmente, o peso da paixão íntegra...
um prazer a leitura !

______________ JRMARTO

Carla disse...

essa vontade...de ter (-te) e ser
magnífico
beijos

bARAUJO disse...

após uns momentos turbulentos... aqui está o que tanto me agrada em ler-te... brincando com as palavras, remetendo-as no seu lugar que são as frases... numa vontade de ser e ter de dizer...

beijo [E] terno

oldmirror disse...

A vontade. É com ela que vivemos, que ganhamos, que nos arruinamos. Essa vontade que nos vive matando, nos vive empurrando. Essa vontade que está perto do "tudo".

Mαğΐα disse...

Como dizia o Variações: A culpa é da vontade :)

D. disse...

Você não quer saber?
Eu quero. Vote.

D.

Liliana disse...

..."até onde chega a resistência de uma pessoa"...

vontade de...
querer
dizer
ter
ficar
viver
amar
permanecer
ser

morrer

vontade...








beijo*

pin gente disse...

maravilhosa paixão maravilhosa forma de a sentir ser ter não ter maravilhosa tu que não podes calar a paixão de assim ser maravilhosa visão de ti aqui


não sei mais dizer
apaixonadamente saio com vontade de tudo voltar a ver ler sentir


adorei, ivone
beijo
luísa

Liliana disse...

"Nas cartas que se escrevem e não
chegam ao destino, o que ficou dito
tem o eco do que nunca será
esquecido: a voz que se ouviu numa
paragem do tempo, e atravessa
o centro da memória numa inquieta
procissão de sombras.
Pudessem os arcos do horizonte
abrir-se como um lamento de pombas;
ou este sonho fechar-se com o correr
da cortina de um último acto: nunca
os dedos amados irão soletrar
a frase do crepúsculo, soltando
da sua música um enxame de sílabas.
E o azul enche a garrafa do céu
para que as aves se embriaguem
no púlpito do infinito, arrastando
no seu voo uma cinza de imagens."

Nuno Júdice



um beijo e um abraço*

Luis Eme disse...

que vontade estranha, que estranha vontade...

bjs Ivone

ivone disse...

vaandando
que seria de nós sem a paixão?


carla
esta vontade sem vontade

baraujo
meu querido amigo . os tempos turbulentos precisam_se e agradecem_se. porque são urgentes. e tu sabes bem disso. tento voltar à escrita que tanto me custa a sair como se de um parto se tratasse. e a dor essa conheço_a bem demais. dá_se à luz em tons de negro por vezes. as velas essas apagam_se sem sopro.suspira_se de alívio.
beijo t.


oldmirror
que seria de nós sem vontade?


magia
é. "só estou bem onde não estou. só quero ir onde não vou.


d.
eu voto na vontade!



liliana
os teus comentários são posts. reli júdice pois claro. reconfortei_me e deliciei_me com ele. tu sabes bem disso. há textos dele que são verdadeiros orgasmos poéticos.


luísa
confesso_te que não faço a mínima idéia do que seria de mim sem paixão. preciso vivê_la minuto a minuto para me sentir viva. e respiro melhor quando estou assim.

luís eme
esta estranha maneira de ser e de se ter...

M. disse...

a vontade do querer mais forte do que nunca. e alcançar podia ser o verbo incluído.